English Portuguese

Melhorias nos dois moçambicanos que trabalham na Espanha e Portugal

O médico moçambicano que trabalha na Espanha e o outro concidadão que labora em Portugal, que estava ambos contaminados pelo COVID 19, registam melhorias significativas.

A informação foi avançada esta segunda-feira, em Maputo, pela directora Nacional de Saúde Pública, Rosa Marlene, numa conferência de Imprensa.Rosa Marlene revelou que o homem infectado pelo coronavírus em Moçambique, encontra-se em quarentena domiciliária na cidade de Maputo, por apresentar sintomas ligeiros da doença e em obediência às normas da Organização Mundial da Saúde.O director-geral adjunto do Instituto Nacional de Saúde, Eduardo Samo Gudo, revelou que o país vai receber 20 mil testes, doados pelo governo chinês, para combater o Covid-19. No continente africano, até este domingo, foram testados positivo 1436 casos de Covid-19, em 43 países, com registo de 46 óbitos em dez países. Este é o segundo cidadão nacional infectado pelo coronavírus na diáspora, após o caso do médico que reside e trabalha na Espanha. 

Sobre Hopem

A Rede Homens pela Mudança (HOPEM) é uma entidade sem fins lucrativos, composta por 25

organizações e activistas da sociedade civil moçambicana, que trabalham para a afirmação dos direitos

humanos de homens, mulheres e crianças moçambicanas.

Copyright © 2020 Hopem. Todos Direitos Reservados. Implementado pela © Artexata, LDA

Search